Vantagens do monitoramento contínuo na rede de frio: conheça a opinião dos nossos clientes - Sensorweb

Solução Prática para o Monitoramento de Temperatura

Vantagens do monitoramento contínuo na rede de frio: conheça a opinião dos nossos clientes

Vantagens do monitoramento contínuo na rede de frio: conheça a opinião dos nossos clientes

Por Sensorweb em 08/05/2015.

A Sensorweb é uma empresa de tecnologia dedicada à Internet das Coisas (IoT). Conectamos dispositivos de monitoramento via internet e entregamos soluções para as pessoas em seus processos de trabalho.

A solução consiste basicamente em sensores de temperatura acoplados a câmaras, geladeiras, freezers ou estufas. Uma vez conectados à internet, eles realizam o monitoramento em tempo real, permitindo acessar essa informação de qualquer lugar, via qualquer dispositivo: celular, tablet, computador – enfim, de onde o cliente estiver.

Este monitoramento permite uma postura pró-ativa, ou seja, que nossos clientes possam fazer correções a qualquer momento, caso a temperatura esteja fora do padrão previamente definido, evitando que problemas se instalem.

Para você ter ideia do trabalho que desenvolvemos, nada melhor que ouvir a opinião de quem já conhece e teve a oportunidade de testar os benefícios da ferramenta Sensorweb.

Case 1: Farmácias do Hospital da Beneficência Portuguesa de São Paulo – BPSP

Um de nossos cases é a automação dos registros de temperatura e umidade nas farmácias do BPSP – Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo, que é o maior complexo hospitalar privado da América Latina, dividido em duas unidades, o Hospital São Joaquim e o Hospital São José. Devido a sua estrutura, as farmácias e o estoque principal ficam distribuídos entre as duas unidades, havendo a demanda por um sistema de monitoramento e registro de temperatura que pudesse centralizar todas as informações em um único local para acompanhamento, registro e visualização.

Segundo Marcos Cesar Iadocicco, Gerente da Engenharia Clínica do BPSP, “o sistema permite uma maior segurança às áreas responsáveis pela cadeia do frio, garantindo que a informação sobre as temperaturas nestes processos seja monitorada constantemente e os alarmes enviados a cada responsável da área. Também foi possível implantar procedimentos de emergência para evitar perdas“.

Case 2: Fundação de Produção e Pesquisa em Saúde de Porto Alegre – FEPPS

Outro caso pode ser analisado no depoimento de Vinicius Schenk Michaelsen, Coordenador do Sistema da Qualidade e Biossegurança do Centro de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CDCT), um laboratório vinculado à Fundação de Produção e Pesquisa em Saúde (FEPPS), em Porto Alegre/RS.

O laboratório no campo das ciências biológicas e de saúde e possui capacidade instalada para diagnósticos de última geração. Enfatiza em suas pesquisas novos métodos de diagnósticos de doenças infecciosas, como tuberculose, hepatites, meningites e HIV. Segundo o coordenador, “com a utilização do Sensorweb passamos a ter uma melhor visão dos nossos pontos de refrigeração e os riscos e falhas inerentes nesta cadeia do laboratório. A utilização do sistema está relacionada a uma cultura que estamos adquirindo de melhor controlar nossos equipamentos, assim como melhor rastrear nossas operações. É uma cultura relacionada à oportunidade de melhorias. Estamos aprendendo muito com o sistema e melhorando progressivamente nossos controles. Com a solução, nossos pesquisadores ganharam mais tempo para pensar e atuar em seus respectivos projetos“.

Case 3: Instituto do Câncer do Estado de São Paulo – ICESP

O Sensorweb também realiza o monitoramento da Cadeia do Frio no Instituto do Câncer do Estado de São Paulo, o ICESP, com 87 pontos de monitoramento de temperatura, umidade e também sensores para detecção de abertura de porta dos equipamentos. Antes da instalação da solução SensorWeb, o ICESP dependia de rondas presenciais três vezes ao dia, em cada um dos pontos, para verificar a medição de temperatura nos equipamentos e transcrever estes dados para registro. Isso gerava um grande trabalho da equipe e uma dedicação de tempo considerável, além do risco de possíveis falhas humanas e monitoramento em tempo irreal, o que abria espaço a alterações significativas de temperatura não identificadas automaticamente, levando a perdas.

Segundo Allan Andrade, Gerente de Engenharia do ICESP, “como diferenciais, a solução não depende da infraestrutura de TI do ICESP, ou seja, todas as informações e configurações do sistema são armazenadas e gerenciadas pela equipe própria da SensorWeb. Com isso é agregado um suporte continuado, com manutenção sempre que for necessário, assim como uma evolução constante das ferramentas. A equipe fica disponível também para apoio na configuração e regras dos alarmes do sistema e para acompanhamento das informações monitoradas”.

Como você pode notar, nossos clientes recebem um monitoramento eficaz na cadeia do frio, o que permite investir em pontos estratégicos das pesquisas o tempo antes gasto por equipes destinadas a fazer esse monitoramento com papel e caneta. Isso implicava em tempo, pessoal, material e um monitoramento suscetível a falhas. Estes são apenas alguns dos nossos cases. No nosso site você encontra vários outros depoimentos que atestam a qualidade e seriedade do nosso trabalho.

Para maiores informações sobre a Sensorweb, entre em contato conosco. Temos a solução perfeita para você. 

Deixe o seu comentário!