Manutenção preditiva com monitoramento: evitando problemas em equipamentos hospitalares - Sensorweb

Solução Prática para o Monitoramento de Temperatura

Manutenção preditiva com monitoramento: evitando problemas em equipamentos hospitalares

Manutenção preditiva com monitoramento: evitando problemas em equipamentos hospitalares

Por Sensorweb em 20/10/2016.

Equipamentos de imagem são usados para facilitar o diagnóstico médico por profissionais da saúde, facilitando a descoberta das enfermidades mais cedo. Quando a vida útil desses equipamentos hospitalares é prolongada, a vida dos pacientes também pode ser prolongada. Trouxemos uma maneira de se antecipar em relação aos problemas em equipamentos hospitalares que podem surgir no futuro são: a manutenção preditiva com monitoramento do ambiente.

RM-ressonancia-magnetica-equipamento

Equipamentos hospitalares e problemas mais comuns

Os equipamentos de Ressonância Magnética (RM) são essenciais na área de disgnóstico por imagem e seu retorno para o ambiente hospitalar é rentável, entretanto, esses diagnósticos possuem custo elevado, em especial quando os equipamentos ficam parados por desuso ou problemas técnicos. Infelizmente, vários problemas podem ocorrer com esses equipamentos. Em geral, os problemas mais comuns são relativamente simples de resolver que são:

  • Baixo nível de hélio;

  • Quedas de energia;

  • Artefatos na imagem;

  • Erros de temperatura do permutador de calor.

Um exemplo mais específico em relação ao 4º problema mais comum: se a bomba de água do aparelho de RM não estiver fria o suficiente, o equipamento poderá ficar travado e não vai permitir o escaneamento da imagem até que a temperatura fique estabilizada num nível correto. Isso leva um certo tempo para acontecer e pode comprometer o ambiente hospitalar, que necessita dos serviços deste aparelho em seu pleno funcionamento.

Devido à sua complexidade e alto custo, as perdas financeiras relativas aos exames que não poderão ser realizados, e as não mensuráveis, como insatisfação do paciente, podem gerar resultados negativos para os hospitais, inclusive perda de mercado.

No 21º Congresso Brasileiro de Engenharia Biomédica foi publicado um artigo que apresenta a análise da disponibilidade em equipamentos de RM, e concluiu-se que um dos principais fatores de incidentes em equipamentos de RM são falhas na infraestrutura, que não mantém os parâmetros necessários para o funcionamento correto. Algumas falhas envolvem estabilizadores de tensão, exaustores e também sistemas de condicionamento de ar (temperatura e umidade). Como foi citado anteriormente, esses problemas poderiam ser identificados antes da sua ocorrência e corrigidos de maneira que não comprometessem o funcionamento dos equipamentos de RM, através da manutenção preditiva com o monitoramento do ambiente.

Como evitar?

A maioria dos problemas citados, que são os mais comuns em aparelhos de RM podem ser evitados através de manutenção preventiva com inspeções periódicas. É algo que, se planejado e realizado constantemente, pode prolongar a vida útil dos equipamentos hospitalares e até reduzir gastos com a manutenção corretiva de equipamentos (normalmente mais custosa), além de garantir o uso integral dos mesmos para a realização de exames.

A manutenção preditiva pode acontecer com monitoramento de indicadores dentro do ambiente de RM. O monitoramento contínuo auxilia na diminuição de chamados técnicos desnecessários ou de urgência, o que alivia o orçamento, uma vez que o custo de cada chamado urgente costuma ser muito alto. Imagine o quão frustrante é pagar um técnico para descobrir que o único problema era um posicionamento errado do equipamento. Se você detectar anomalias nos gráficos de cada indicador monitorado, pode programar uma manutenção preventiva, evitando os chamados de urgência.

Principais vantagens de se adotar a manutenção preditiva

Como já abordamos em artigos anteriores, existe uma série de vantagens para as empresas que possuem um processo de manutenção preditiva, dentre elas, destacamos:

  • Maior vida útil dos equipamentos;

  • Gestão mais eficaz dos materiais;

  • Redução no custo de reparos;

  • Melhor produtividade;

  • Aumento da segurança;

Como o monitoramento contínuo de ambientes pode auxiliar esse tipo de manutenção?

Sabemos que existe a dificuldade para manter os materiais em temperaturas controladas e dentro das faixas ideias, principalmente nos locais que contam com um sistema manual de conferência.

Para facilitar o controle, oferecemos uma solução completa de monitoramento para ambientes e também materiais da saúde (refrigeradores de vacinas, sangue, medicamentos, materiais de pesquisa, amostras biológicas, entre outros), que auxilia hospitais, bancos de sangue, clínicas e farmácias, a melhor conservarem seus materiais.

Ficou curioso em como podemos ajudar nessa otimização de equipamentos e materiais? Então solicite apresentação de nossa equipe e descubra mais detalhes para garantir o monitoramento continuo otimizando seus processos de manutenção.


MATERIAIS RELACIONADOS:

Paper: Medicamentos Termolábeis estabilidade após ruptura na cadeia do frio

>> Internet das Coisas: um aliado na luta contra as perdas de insumos
>> O uso do glicerol no monitoramento de temperatura
>> Como perceber confiabilidade?
>> Análise da Criticidade dos Materiais nos ambientes de saúde

Deixe o seu comentário!