A manutenção preditiva e o monitoramento contínuo - Sensorweb

Solução Prática para o Monitoramento de Temperatura

A manutenção preditiva e o monitoramento contínuo

A manutenção preditiva e o monitoramento contínuo

Por Victor Rocha Pusch em 10/10/2015.

manutenção
A manutenção preditiva dos equipamentos, tais como de refrigeração e conservação, é um dos fatores responsáveis pela economia de recursos, aumento da produtividade e qualidade de produtos ou serviços. Podemos entender a manutenção preditiva como um conjunto de práticas adotadas para determinar o estado físico de componentes e de máquinas, analisando parâmetros métricos para prever sua durabilidade e adequar para que a manutenção ocorra no tempo certo, ou seja, aumentando a durabilidade do equipamento.

Entre as atividades envolvidas na manutenção preditiva, o monitoramento contínuo é um dos itens fundamentais para antecipar paradas ou problemas, uma vez que permite identificar anomalias ou falhas nos equipamentos. Destacamos abaixo as principais atividades envolvidas na manutenção preditiva:

  • Setup – Identificação de máquinas e equipamentos críticos;
  • Teste Padrão – Realizado em condições normais de uso, registra os valores apresentados de acordo com cada maquinário;
  • Monitoramento – Acompanhamento contínuo dos dados;
  • Reparo – Quando a máquina apresenta valores diferentes dos mensurados no teste padrão, significa que é hora de reparos;
  • Inspeções de rotina – Armazenamento e verificação rotineira das informações de todos os equipamentos principais e dos itens que lhe dão suporte operacional (geradores, motores, plugues e fontes de alimentação).

Principais vantagens de se adotar a manutenção preditiva

Existe uma série de vantagens para as empresas que possuem um processo de manutenção preditiva, dentre elas, destacamos:

  • Maior vida útil dos equipamento;
  • Gestão mais eficaz dos materiais;
  • Redução no custo de reparos;
  • Melhor produtividade;
  • Aumento da segurança;

manutenção

Monitoramento contínuo: aliado da manutenção preditiva

O monitoramento contínuo trata de um conjunto de dispositivos que promovem o acesso a dados em tempo real, permitindo a verificação das métricas pré-determinadas para cada equipamento, ambiente, ou item que precisa ser observado.

Na cadeia de frio, o monitoramento contínuo se mostra como uma excelente ferramenta, provendo mais segurança e integridade para as informações coletadas. Na manutenção preditiva, o monitoramento contínuo auxilia na economia de recursos e na distinção real dos problemas que podem ocorrer em ambientes com temperatura controlada.

Mas como isso é possível?

Com um monitoramento contínuo, é possível identificar até mesmo os mínimos níveis de alterações na temperatura de equipamentos de refrigeração ou aquecimento. Entendendo o ciclo de operação desses equipamentos, basta aplicar um pouco da noção de manutenção preditiva para concluir exatamente o que está ocorrendo com a sua câmara fria. É possível descobrir através das curvas de temperatura e outros sensores se as oscilações tratam apenas de uma geladeira aberta, da abertura de uma porta, de um termostato errado, de um ciclo de degelo ou até mesmo se o gerador não está funcionando corretamente.

Isso garante que você identifique problemas na operação deste equipamento, por exemplo, a curva de temperatura oscilar (mínima e máxima) acima do normal, abertura excessiva da porta ou os ciclos de degelo levarem mais tempo para sua execução. Com uma ferramenta de monitoramento contínuo, as áreas de manutenção e engenharia podem detectar alterações nas informações rapidamente, antes mesmo do equipamento parar de funcionar, evitando a perda dos produtos armazenados.

A manutenção preditiva e o monitoramento contínuo ainda auxiliam na diminuição de chamadas técnicas desnecessárias ou de urgência, o que alivia o orçamento, uma vez que o custo de cada chamada urgente costuma ser muito alto. Imagine o quão frustrante é pagar um técnico para descobrir que o único problema era um posicionamento errado do equipamento. Se você detectar anomalias no monitoramento de um equipamento, pode programar uma manutenção preventiva, evitando os chamados de urgência.

Gostou do artigo? Quais você utiliza para identificar o desgastes dos seus equipamentos? Compartilhe conosco deixando uma mensagem nos comentários abaixo. Não se esqueça de entrar em contato parar saber mais detalhes sobre o nosso sistema de monitoramento contínuo.


MATERIAIS RELACIONADOS:

E-book: 9 dicas para escolher um bom Sistema de Monitoramento Contínuo

>> A Tecnologia auxilia pessoas e processos na saúde?
>> O que é um sistema validável (ANVISA)?
>> Sensorweb: treinando novos clientes
>> O que analisar em softwares para saúde antes de contratar?
>> Como perceber confiabilidade?
>> Porque preciso do certificado de calibração?