Sangue & Derivados - Sensorweb - page 13

Solução Prática para o Monitoramento de Temperatura

Plasma, plaquetas e crioprecipitado: o sangue e a temperatura de armazenamento destes hemocomponentes

Por Sensorweb em 25/07/2014.

Conservação Armazenamento do SangueAssim como relatado em nossa postagem “O armazenamento e a temperatura do sangue, seus componentes e derivados“, os insumos biológicos relacionados ao sangue são bastante sensíveis a variações térmicas – sendo necessário assim, diferentes cuidados e precauções para a conservação e armazenamento apropriado. Casos onde haja negligência ou falta de conhecimento sobre as medidas cabíveis, podem ocasionar perdas dos materiais, ou pior: até levar a morte.

Na referida postagem, tratamos de aspectos relativos às faixas de temperatura para armazenamento do sangue, do concentrado de hemácias e do plasma fresco congelado. Trazemos hoje informações sobre a conservação do plasma, das plaquetas e do crioprecipitado para que em seu laboratório, banco de sangue, clínica ou hospital não tenha problemas com danos e perdas devido a desvios de temperatura e falta de cuidados com materiais.

Continue Lendo >>

Conservando o sangue, seus componentes e derivados

Por Sensorweb em 15/07/2014.

Conservando o sangue, seus componentes e derivadosO guia  “Conservando o sangue, seus componentes e derivados” – foi elaborado pela SensorWeb em parceria com a Bioclínica Banco de Sangue. Visamos, com esta publicação, fornecer referências e instruções em como lidar com o sangue aos profissionais que lidam com este insumo em ambientes de saúde.

Você pode conferir dicas e recomendações para conservação e manutenção do sangue ao longo de toda a vida-útil, desde sua coleta até sua transfusão. Conheça procedimentos, faixas de temperatura ideais, tecnologias e ferramentas disponíveis para nos auxiliar na tarefa de manter o sangue em boas condições.

 

Quer obter dicas e recomendações sobre a conservação do sangue?Baixe grátis o guia da SensorWeb e BioClínica Banco de Sangue.

Continue Lendo >>

O armazenamento e a temperatura do sangue, seus componentes e derivados

Por Sensorweb em 18/06/2014.

Ambientes como bancos de sangue, agências transfusionais e hemocentros lidam diariamente com o sangue, seus derivados ou componentes. Estes materiais são bastante sensíveis a variações térmicas e de grande importância para a vida das pessoas envolvidas no processo de transfusão.

Nestes ambientes, a temperatura do sangue precisa estar sempre nas faixas ideais. A falta de cuidados com a conservação e armazenamento apropriado do sangue pode comprometê-lo, levando ao seu descarte ou, caso não identificado o problema com antecedência, pode ser fatal para os receptores. Deste modo, o conhecimento quanto as normas e medidas para as temperaturas ideais é de grande importância, podendo salvar muitas vidas.

Você possui conhecimentos sobre as normas e faixas ideais de temperatura do sangue? O sangue total, o concentrado de hemácias, o plasma fresco congelado, o crioprecipitado, as plaquetas… cada um destes possui normas específicas para armazenamento, conservação e preparo, os quais apresentamos resumidamente nesta e em futuras postagens.

Continue Lendo >>